85 Views |  Like

Fabio, Vanessa e Roberto

Com temperamentos e estilos totalmente diferentes, o trabalho destes três advogados se complementa. Mas algo une ainda mais esse trio: a paixão pela Advocacia e pelo trabalho. O escritório Picarelli e Leonessa Advogados Associados hoje é comandado por Fabio Picarelli – especializado em Direito Trabalhista, Roberto Leonessa – especializado em Direito Empresarial e Vanessa Porto Ribeiro Postumo, especializada em Direito do Trabalho, mas com atuação, também, nas áreas Cível e de Família.
Pioneiro na área de Tecnologia aliada ao Direito, o escritório, localizado em Santo André, completa 25 anos de intensa atividade e constante expansão. Nos planos para o futuro do conceituado escritório, além do aprimoramento permanente no atendimento aos seus clientes, estão previstos o investimento na área de gestão de qualidade e no conhecimento de aplicativos, para melhorar a comunicação, o fortalecimento dos relacionamentos internos e externos e a modernização das instalações.

Por Mariana Fanti

Os três nascidos em Santo André, Fabio Picarelli, Roberto Leonessa e Vanessa Porto Ribeiro Postumo são formados pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, Picarelli e Leonessa amigos desde a época de estudantes, ainda no Colégio Singular (1984).
Mantiveram a amizade na faculdade, fizeram estágio juntos praticamente durante todo o período de estudos, ocasião em que tiveram oportunidade de passar por excelentes bancas de advocacia e empresas de peso. Com a vivência adquirida nos estágios decidiram montar o escritório no final de 1992, logo após o término da faculdade. Inicialmente, o primeiro escritório situava-se na rua Santo André, onde quatro advogados dividiam o aluguel de uma casa antiga – que já não existe – próxima ao sindicato dos rodoviários. “O primeiro computador, ainda com tela verde e usado, foi adquirido num leilão”, lembram.
Fabio e Roberto, ambos com facilidade tanto no Direito como no relacionamento com os clientes, ficaram afastados por alguns anos, já que Leonessa foi contratado para trabalhar como advogado de uma empresa de porte, chegando ao posto de comando do departamento jurídico. Na mesma época, os outros dois advogados seguiram caminhos diferentes; porém, jamais perderam os vínculos de amizade e profissional.
Nesse intervalo Picarelli investiu no escritório, tanto em estrutura, como em equipe, sendo um dos pioneiros a ter um site profissional, programa via internet e administração do escritório online, com proteção de todas as informações de seus clientes, em datacenter. “Foi durante esse intervalo, quando o escritório migrou para o Edifício Avenida, na avenida Portugal, que houve a aproximação com Vanessa como advogada associada”, diz Fabio, frisando que, com muita dedicação e confiança adquiridos, a advogada passou a gerenciar o trabalho dos outros colegas, vindo posteriormente a adquirir cotas, transformando-se em sócia efetiva. “Seu ponto forte é a disciplina e organização”, elogiam os demais sócios.
Com muita vontade e não poupando esforços para o crescimento, ao longo destes 25 anos o escritório sempre teve um problema: “o ritmo de trabalho, e consequente crescimento, trazia o ‘agradável desconforto’ de se ter que ampliar continuamente suas instalações, buscando inovações e novos espaços de trabalho”, destaca Fabio, explicando que com sede própria no Edíficío Tower, na rua José Caballero, no centro de Santo André, o escritório chegou a dobrar de tamanho, em apenas três anos.

O retorno
Em 2003, o sócio Roberto voltou formalmente para o escritório, integrando definitivamente o PLAA – Picarelli e Leonessa Advogados Associados. “Foram muitos fins de semana, feriados e carnavais que passamos trabalhando”, conta Picarelli, emendado por Roberto: “passamos por situações estressantes, mas também divertidas”, lembrando com bom humor do primeiro computador que travava e era consertado por ele mesmo, que já tinha a prática de montá-lo e desmontá-lo. Fabio lembra também de ter pego carona na garupa de uma moto de um cliente, para conseguir chegar a tempo no Fórum de Santo André, em busca de uma liminar.

A estrutura
Com treinamento e seleção constantes, hoje o PLAA possui uma gama de aproximadamente 20 colaboradores, entre corpo jurídico, estagiários, staff administrativo – com profissionais que já estão há mais de 15 anos na equipe -, além de pessoal de serviços gerais, contadores e parceiros de outras áreas do Direito.
O escritório atende praticamente a todos os ramos da Advocacia, com ênfase no atendimento de empresas dos mais variados segmentos e que extrapolam os limites regionais – afora o ABC, a banca atende clientes em Barueri, Itapecerica da Serra, Sorocaba, Vinhedo, São Paulo, Osasco, São José dos Campos -, chegando a outros estados, como o Rio de Janeiro e Distrito Federal.
Assim, com experiência de quem já patrocinou milhares de causas, o escritório está completando 25 anos de atividades neste 2017, em local privilegiado, na rua Monte Casseros, defronte à Justiça do Trabalho de Santo André, com amplas instalações e estacionamento para clientes.
Nos planos para o futuro, além do aprimoramento constante no atendimento aos seus clientes, está o fortalecimento dos relacionamentos interno e externo, modernização das instalações e investimento em conhecimento e aplicativos para melhorar a comunicação. “Com a Reforma Trabalhista, a demanda tende a aumentar e estamos preparados para passar as relevantes mudanças da legislação aos nossos parceiros, com palestras e cursos sobre o tema, que poderão gerar eficiência e economia para as empresas que terão a necessidade de se adaptar rapidamente ao novo formato”, comenta Picarelli, que tem em seu currículo a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Santo André – por seis anos e, atualmente, representa a cidade no Conselho Estadual da entidade, presidida pelo Dr. Marcos da Costa. “Representar os seis mil colegas da nossa cidade é, sem dúvida, uma preciosa experiência pessoal e profissional, além de ser motivo de muito, mais muito orgulho”, finaliza Fabio que, junto com Vanessa e Roberto, cumpre seu papel na sociedade, seja por meio do escritório, ou pelo atendimento pro bono a entidades de assistência, como a Federação das Entidades Assistenciais de Santo André (FEASA), seja no avanço do apoio profissional aos colegas da cidade, pelas realizações concretizadas na Ordem dos Advogados do Brasil.

Compartilhar isso

Comentário

Comentários